Posts Tagged ‘ Designer

Pincéis que pode usar no Photoshop nos seus trabalhos de Natal

E porque o Natal já está quase aí, e os trabalhos gráficos começam a aparecer, convém começar a pensar em utensílios que lhe podem facilitar o trabalho. E um deles é os pincéis no Photoshop, ou se preferir brushes.

Existe imensos já feitos espalhados pela internet para download gratuito. Desde estrelinhas, neve, decorações… É só uma questão de antes de começar o trabalho, ainda quando está a planear o que vai fazer, fazer uma pequena pesquisa na Internet, e muita coisa há-de aparecer.

Hoje deixo-vos aqui alguns pincéis para download, assim como as páginas de internet onde os fui buscar. Pode haver lá mais que vos interessem. Depois é simples, façam download, exportem do ficheiro zip e abram o photoshop. No photoshop cliquem no ícon brushes e depois no cantinho superior direito têm uma rodinha que clicam e aparece uma lista. É só escolher a opção Load e está.

load

Depois para poderem melhor usar os pincés, vão a window > brush e abre uma janelinha de lado. Aqui podem personalizar o tamanho do pincel, o espaçamento, cores e muitos mais.

personalizacao

Links:
Em 1stwebdesigner
- http://www.deviantart.com/download/
- http://www.obsidiandawn.com/

Em brusheezy
- http://www.brusheezy.com/brushes/

Em deviantart
- http://www.deviantart.com/download/
- http://www.deviantart.com/download/

Morreu Robin Fior, autor de cartazes do 25 de Abril

Designer de nacionalidade britânica e símbolo do Movimento de Esquerda Socialista em Portugal, Robin Fior faleceu aos 77 anos no passado sábado, em Mafra.

Nascido em 1935, em Londres, Robin Fior veio para Portugal atraído pelas mudanças políticas que já se prenunciavam no período anterior ao 25 de Abril de 1974, e ficou conhecido por criar vários cartazes políticos da Revolução de 25 de Abril.

Fior deixou também a sua marca em Portugal pois “foi autor do símbolo do Movimento de Esquerda Socialista (MES), que congregou personalidades como Jorge Sampaio, Augusto Mateus, Ferro Rodrigues e Nuno Teotónio Pereira, tendo composto o design gráfico do órgão oficial do partido, o jornal Esquerda Socialista, durante alguns meses.

símbolo MES

símbolo MES

Foi ainda um dos fundadores da Associação Portuguesa de Designers, em 1976, e ajudou a estabelecer o Centro de Arte e Comunicação Visual (AR.CO), onde deu aulas durante 25 anos, tendo desenhado muitas das suas publicações.

Os cartazes criados em Portugal no período da revolução do 25 de Abril foram na altura considerados surpreendentes, pela ousadia e modernidade.

Ao longo da carreira, e sobretudo entre os anos 1950 e 1980, Robin Fior acreditava que a prática do design era, só por si, uma atividade política, pela mensagem que transmitia.”

Fonte: JN | Expresso

Adidas > de um brinquedo à escravatura

Aquilo que começou por ser uma tentativa de associação a um brinquedo dos anos 80 acabou em algo bem mais antigo. Pois bem, a criação de Jeremy Scott para a Adidas até podia ser bem intencionada… mas levou a muitas e más interpretações.

As sapatilhas são simples apenas com um elemento extra, completamente anormal para o tipo de calçado. Umas “algemas” saem das sapatilhas para prender ao tornozelo de quem anda com elas. Digamos que para uma pessoa com mente aberta até seja engraçado de visualizar e até ache interessante. Mas a sociedade ainda não evoluiu assim tanto e depressa estas sapatilhas retro foram associadas a um dos grandes momentos menos bons da história – a escravatura.

Nem sempre o design é bem conseguido, quer sejamos o designer ali da esquina e reconhecidos mundialmente. Todos estamos sujeitos a ter uma ideia brilhante que na teoria seja espetacular e depois na prática não seja bem conseguida e como tal não apreciada. O design é muito sujeito a críticas e não se consegue agradar a todos e foi o caso destas sapatilhas. Depois de muitas críticas depreciativas e associadas a racismo e escravatura, a marca afirmou que todas essas acusações não eram verdadeiras, que nenhuma dessas associações foi intencional ou desejada. Mas a verdade é que a população fez e faz essa associação e como tal o produto não vai ser comercializado. Mas polémica já criou!

Logótipos criativos com números

Todos os dias novos logótipos são criados por todo o mundo. Por isso a criatividade tem de se destacar. Já não se pode criar qualquer coisa! O logótipo tem de ter todos os elementos necessários à compreensão e tem de fazer sentido.

E há marcas que até podem ser simples de desenvolver, mas nem todas… e quando mete números, complica sempre mais um pouco.

Segue abaixo alguns exemplos de logótipos com números muito bem conseguidos.

fonte: designbeep

Designer precisa de saber desenhar?

Designer precisa de saber desenhar?

Essa é uma pergunta frequente entre jovens aspirantes a Designer. Devido ao tempo que trabalho na área cheguei a algumas conclusões pessoais a respeito desse assunto.
Acredito ser muito importante o domínio do desenho, que no design passa a ser chamado de ilustração. O Designer não precisa ser desenhista, porém é necessário o conhecimento das técnicas e estilos que permeiam esse universo, principalmente para o Designer Gráfico.

E o porquê?

Bom é simples, o Designer que possui conhecimentos em desenho, não só poderá ilustrar seus layouts como poderá definir com muito mais coerência o estilo de ilustração ideal para seu trabalho, e assim contratar o ilustrador.
Parece óbvio né? Mas pelo que tenho visto de layouts, as criações de Designers com conhecimentos em ilustrações são sempre muito mais ricas e esteticamente mais interessantes.

Vejam alguns exemplos abaixo:

Poster Terror

Poster Terror

Esse projeto foi um estudo envolvendo pitura digital e tratamento de imagem. O desafio era mesclar 2 conceitos em uma só imagem, filmes de terror e a fábula do “Patinho feio”, a a palavra chave usada foi ‘abandono”.

Cartaz Água

Cartaz Água

Esse trabalho foi feito para uma campanha de conscientização do uso da água. Esse também é um estudo, a ideia era que a tipografia tivesse ligação direta com a ilustração.

Mas se você estudante de Design, não sabe desenhar não se desespere, conheço excelentes profissionais que não dominam a técnica, mas acredite, é uma ferramenta muito útil.

Podem visitar o meu Portfólio no flickr ou o meu blogue.  Espero que se animem a desenhar… :D

/p

Johan Thornqvist – Desenho na Fotografia

Johan Thornqvist, um sueco de 25 anos apresenta a sua arte de uma forma diferente, ou seja, concilia a fotografia com o desenho criando novos mundos…

Para o sueco o “mundo” da fotografia e do desenho são dois meios que se complementam na perfeição.

É com base nesta ideia que ele cria as suas obras, utiliza as sua melhores fotografias, quer de paisagens quer de objetos, e desenha sobre elas, levando o espetador a apurar a sua atenção para conseguir distinguir a realidade da ficção.

No mundo de Thornqvistz tudo é possível, nesse mundo encontramos cidades construídas em cima de bocas de incêndio, aldeias de cabanas montadas numa pequena planta, carruagens de metro que ganham vida e até comboios no meio de belos campos. Read more

Topografia transformada em tipo de letra

No passado dia 21, Mirko, designer especializado em tipos de letra, disponibilizou Typography-Daily um dos seus mais recentes trabalhos, no qual explora duas vertentes entusiasmantes: a topografia com os seus relevos e a tipografia.  Como fazer isso de forma entusiasmante? Simples… pelo menos foi-o para o designer Mirko, pois desenvolveu uma solução no mínimo interessante.

Sendo um tipo de letra  monotípico e monocromático, a altura dos caracteres é determinada através da frequência com a qual usa uma folha de madeira. Esse tipo de fonte mapeia e cria um fluxo rítmico do qual, em determinadas perspectivas, fazem emergir diferentes caracteres tipográficos. Cada letra, ou caracter, é colocado numa pequena placa com cerca de 150×150 mm, de forma a permitir criar qualquer tipo de combinação, ou seja, qualquer tipo de palavra, desde que sem caracteres especiais, ou seja, por outras palavras, nada de acentos, cedilhas, tildes, entre outros. Feito por quem apenas escreve em inglês (ingles).

Mas em vez de continuar aqui a dissertar sobre este projeto de Mirko, porque não mostrá-lo?

Deixem a vossa opinião acerca deste trabalho.

Related Posts with Thumbnails