Archive for the ‘ Publicidade Política ’ Category

Os dez vídeos mais vistos em 2011 no youtube

Os dez vídeos mais vistos no ano passado no youtube são uma mistura de comédia, realidade, esperança e amor.

Como não é de admirar o vídeo mais visto tinha de ser pelo lado negativo, ou seja, segundo o título, “A pior canção de sempre”. O título diz tudo! É cantado por uma jovem de 13 anos, Rebecca Black e ficou conhecido como “a pior canção de sempre”. “Friday” é o título original da canção e é sobre uma jovem que se prepara para o fim-de-semana e para uma festa.

Sophia Grace Brownlee, de oito anos, conseguiu ficar em segundo lugar com uma interpretação da rapper trinidiana-americana Nicki Minaj.

Ted Williams, “The man with the golden voice” (o homem com a voz de ouro), era mais um sem-abrigo nas ruas norte-americanas. Agora é uma estrela mediática, desde que um repórter do “Columbus Dispatch” o filmou e colocou no YouTube. A voz grave e carismática do senhor já lhe rendeu dezenas de ofertas de emprego e de convites para programas de televisão. O vídeo feito pelo repórter americano é o terceiro mais visto no YouTube.

Um casal de idosos americano que luta por aprender a usar uma webcam ocupa a quarta posição nos vídeos mais vistos de 2011, depois da neta ter colocado a filmagem online.

Read more

Compilação dos artigos relativos às legislativas de 1995

A pedido de alguns Estudantes do curso de Imagem,  comunicação e Marketing, resolvi compilar os 4 post’s publicados sobre a análise dos outdoors das Legislativas de 1995.

OUTDORS UTILIZADOS NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 1995

AINDA SE LEMBRAM  DOS CANDIDATOS?

NÃO!!!!

ANTÓNIO GUTERRES (PS); FERNANDO NOGUEIRA (PSD); CARLOS CARVALHAS (CDU); MANUEL MONTEIRO(CDS/PP)

Read more

Eleições Legislativas: 1995 > Outdoors: CDS/PP

Partido Popular, (CDS/PP) “A VELHA MAIORIA / A NOVA MAIORIA”; “VAMOS DAR LUGAR A PORTUGAL

AO LONGO DAS PRÓXIMAS SEMANAS CONVIDO OS SEGUIDORES DESTE BLOGUE A RECORDAREM OS OUTDORS UTILIZADOS NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 1995

AINDA SE LEMBRAM DOS CANDIDATOS?

NÃO!!!!

ANTÓNIO GUTERRES (PS); FERNANDO NOGUEIRA (PSD); CARLOS CARVALHAS (CDU); MANUEL MONTEIRO (CDS/PP)

Alternativa – Um estudo qualitativo realizado em junho de 1995 apontara aos responsáveis do marketing eleitoral do Partido Popular (PP) os temas e os escalões de maior e menor importância em que deviam apostar. A afirmação da sua diferença passava, essencialmente, por reafirmar as suas posições radicais sobre a Europa, o que, indo de encontro a alguns sectores da população, o destacava claramente dos demais partidos. Por outro lado, pretendia arrecadar parte dos votos que se acreditava irem fugir ao PSD, necessitavam de atacar directamente o PS, negando-lhe a posição de alternativa real. O briefing foi dado a especialistas da EPG TWA.

Em resultado, desenvolveu-se o polémico anúncio «Portugal vende-se» e este aqui apresentado, que, usando o velho símbolo do tacho, ataca directamente a assinatura do PS.

Apesar das considerações éticas levantadas por muitos, a sua eficácia foi inegável. O posicionamento estava conseguido.Em termos de Layout o outdoor apresentava um fundo amarelo e um filete azul com o pack shot: «vamos dar lugar a Portugal / partido Popular». Sobre o fundo amarelo estavam colocados dois tachos o da esquerda com o slogan: «a velha maioria», fazendo referência ao PSD e ao desgaste que sofrera nos anos de governação, e no lado direito outro tacho com melhor aspecto e o slogan: «a nova maioria», anulando desde logo a assinatura do PS que tinha como slogan: “a nova maioria é nossa». É de salientar a facto de o tacho que representa «a nova maioria», estar colocado do lado direito, tendo como função anular por completo as pretensões que o PS tinha de conquistar votos à direita e à massa flutuante que outrora votara no PSD.

Eleições Legislativas: 1995 > Outdoors: PS

AO LONGO DAS PRÓXIMAS SEMANAS CONVIDO OS SEGUIDORES DESTE BLOGUE A RECORDAREM OS OUTDOORS UTILIZADOS NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 1995

AINDA SE LEMBRAM DOS CANDIDATOS?

NÃO!!!!

ANTÓNIO GUTERRES (PS); FERNANDO NOGUEIRA (PSD); CARLOS CARVALHAS (CDU); MANUEL MONTEIRO (CDS/PP)


Símbolos: – Quando Edson Athayde precisou de traduzir em símbolos as diferenças que o Partido Socialista (PS) pretendia afirmar em relação ao Partido Social Democrata (PSD), decidiu apostar, entre outras coisas, num logótipos para a campanha, que iria praticamente sobrepor-se aos dois logótipos existentes (uma mão fechada, adoptada originalmente, mas que se pretendia secundarizar pelas conotações excessivamente revolucionárias, e uma rosa, resultado de «alinhamentos internacionais»).

O ambiente sociológico de então tendia a classificar o PSD enquanto «cavaquismo» burocrático (com laivos de prepotência), cinzentismo e economicismo (aqui ligado ao seu posicionamento «à direita»). O coração traduzia os valores com que a população toscamente caracterizava a esquerda, relativamente à direita (mais humanista e menos burocrática/economicista).

Recordando uma campanha de Séguéla «O coração baterá sempre à esquerda».

O símbolo facilmente reconhecível e detendo já conotações positivas apresentava uma simplicidade gráfica (quase infantil) que apoiava uma visão renovada da personalidade do PS. A assinatura «a nova maioria é nossa» acalentava o ambiente de mudança que pretendia implantar-se, afirmando um resultado final que poderia facilitar a aposta da massa flutuante que outrora havia votado no PSD (ao lado da «outra velha maioria»).

O uso do casal sobre a Bandeira Portuguesa (neste caso, figuras populares que reforçavam a visão de que «todos agora estão deste lado», posicionados do lado esquerdo do outdoor) comunicava de forma «humana» com toda a população, facilitando o uso gráfico do vermelho da esquerda e das políticas que o seu manifesto eleitoral transmitia. O slogan «a nova maioria é nossa», colocado estrategicamente no lado direito do outdoor, pretendia conquistar a massa flutuante que no passado votou no PSD.

Related Posts with Thumbnails