Archive for Dezembro, 2012

Um bom ano de 2013

National Geographic > Foto do ano 2012

A fotografia de um tigre fêmea, num Zoo da Tailândia, a sacudir a água do corpo é a melhor fotografia do ano para a National Geographic e valeu ao seu autor, o britânico Ashley Vincent, um prémio de 10 mil dólares (cerca de 7.500 euros). A concurso foram mais de 22 mil imagens.

O concurso fotográfico da National Geographic contempla três categorias: Pessoas, Lugares e Natureza. Intitulada “Explosão”, a imagem do tigre fêmea a sacudir a água venceu o primeiro prémio na categoria “Animais”.

No site da National Geographic, Ashley Vincent explica como tirou a fotografia. Busaba, o tigre fêmea, não deu descanso ao fotógrafo que estava decidido a conseguir a imagem perfeita. “Quando a observava durante as minhas visitas tinha mais cuidado, na esperança de capturar algum momento que revelasse o seu comportamento”, lê-se no site.

Esse momento chegou quando o fotógrafo observou o animal a sair da sua “piscina”, sacudindo a água. “Perante aquele cenário tive que dizer que a Mãe Natureza me tinha sorrido naquele dia”, confessa o fotógrafo.

O prémio valeu a Ashley Vincent a quantia de 10 mil dólares (cerca de 7500 euros). Nascido no Reino Unido, há 22 anos que está na Tailândia. No seu site pessoal, o fotógrafo explica que fotografar animais sempre foi a sua paixão.

Uma raposa enterrada na neve durante a perseguição de um rato, pescadores em estacas do Sri Lanka ou a montanha Matterhorn numa noite de lua cheia são algumas das outras imagens premiadas, que merecem ser visualizadas pela sua beleza e técnica fotográfica.

Este concurso recebeu mais de 22 mil imagens de 150 países, mas apenas 14 fotos foram premiadas nas três categorias.

Clique AQUI para ver a galeria das fotos vencedoras

informação integralmente retirada deBoas Notícias

…e por fim…

Isto é o pão nosso de cada dia, e por vezes penso que os clientes pensam que são apenas eles que estão a fazer aquela alteração!!!

Regularmente, aos Sábados, publicaremos alguns webcomics deste criativo brasileiro da Deathsign

Embalagens apelativas de comida para cão

Admito que fiquei estupefacto com estas embalagens para animais de estimação. As embalagens Pet Foods orgulham-se de oferecer sabor, variedade, nutrição e diversão em cada refeição e, a julgar pela capa, acredito. Edmundson Martin foi o responsável por estas embalagens para o mercado americano.

A meu ver, as suas combinações saborosas tornam-se de tal forma o foco que nem sei se é mesmo para os animais que se destinam estas ilustrações vibrantes de Peter Siu.

 

Campanha contra o tabaco mostra tumores em cigarros

A ideia é consciencializar os fumadores. Muitos destes ainda não têm uma noção real dos efeitos do tabaco, apesar dos inúmeros avisos. Então, em Inglaterra foi lançada uma campanha que vai passar durante nove semanas na televisão, outdoors e online.

«As pessoas estão a brincar à roleta russa com a saúde», afirma o responsável, acrescentando que «as pessoas não entendem o que se passa com o próprio corpo».

Esta campanha «é para mostrar às pessoas um retrato real da aparência do cancro e o que acontece aos fumadores», explicou o professor Dame Sally Davies, citado pela Sky News. São precisos apenas 15 cigarros para causar uma mutação que pode levar a um tumor cancerígeno, segundo o Departamento de Saúde (DoH).

fonte: Sky News

Até uma criança de 11 anos sabe trabalhar com o Windows 8

Já muita gente conhece o Windows 8. Ou no computador, ou no telemóvel, ou pelo menos através de publicidades e notícias. E a grande vantagem que se fala nesta nova versão é a simplicidade e o fato de ser bastante intuitivo.

A pensar nisto, a agência “O Escritório” teve a ideia de colocar uma criança de 11 anos a fazer demonstrações na FNAC do Chiado, Lisboa.

O rapaz foi escolhido através de um casting. Depois foi-lhe explicado aquilo que tinha de aprender sobre o sistema operativo. Em apenas um dia fez cerca de 70 demonstrações!

fonte: imagens de marca

Cadê a Vaca?! ….e o Burro?

É sabido que morro de amores pelo atual representante da igreja católica, mas não pude deixar de, primeiro achar alguma piada pela mais recente polémica de que eventualmente Joseph Alois Ratzinger, também conhecido como Bento XVI, tenha tentado retirar o burro e a vaca do presépio. Bem, com todo o respeito, mas por que haveria Bento XVI tentar retirar as vacas e os burros da religião? Para mim, simplesmente não fazia sentido.

Recentemente Bento XVI publicou mais um livro, desta feita sobre a Infância de Jesus e, conforme a maioria percebeu, mal o mesmo foi impresso e surgiram logo algumas notícias nos meios de comunicação. Pessoalmente, julguei que muito pouca gente lê-se tamanhos texto, quer pela sua densidade teológica, quer pelo simples facto de não serem propriamente nenhuns best sellers, no entanto, pelo vistos, estou enganado. Antes assim. De verdade. Mas como dizia, mal a obra viu a luz do dia, surgiram notícias dando conta de que, afinal, segundo Bento XVI, a vaca e o burro não estavam presentes no momento do nascimento de Jesus e como tal, deveriam ser retirados do presépio.

 

Porém, se pesquisarmos um pouco, ou mesmo se comprarmos ou pelo menos ler-mos o livro, encontraremos na página 62 do mesmo o seguinte:

“Nenhuma representação do presépio

prescindirá do boi e do jumento»

Joseph Ratzinger/Bento XVI, Jesus de Nazaré: a infância de Jesus, Cascais, Principia, p.62

 

A preocupação da comunidade religiosa e não religiosa foi de tal ordem que, muito honestamente, tenho receio que se percam também a arvóre de Natal com todos os seus efeites, pois afinal, a árvora ainda acredito que lá estivesse, mas os efeites… Bem, verdade seja dita, eu não estava presente nesse dia.

A verdade verdadinha é que, a meu ver, este tipo de preocupações apenas é realmente importante a uma sociedade que se preocupa apenas e só com o acessório do Natal, pois se realmente pensasse-mos no verdadeiro espírito do Natal nada disto teria importância. Assim, hoje, deixo-vos aqui uma sátira ao presépio protagonizada por duas grandes figuras de estado da atualidade.

Por fim e, para terminar, importa salientar que a representação do presépio teve, segundo reza a história, inicio em 1223 através do padre Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como São Francisco de Assis e, que o pai natal, hoje iconizado pela Coca-Cola, é atribuído originalmente a Nicolau de Mira, Turquia. Tentemos aproveitar o espírito destas duas personalidade e esqueçamos a porcaria das querelas que em nada contribuem para a nossa felicidade.

Um Santo e Feliz Natal a todos!

Related Posts with Thumbnails