Siglas de Lentes fotográficas > NIKON

 

AF-S NIKKOR 70-200mm f/2.8G ED VR II (2.9x)

AF-S VR Zoom-Nikkor 70-200mm f/2.8G IF-ED (2.9x)

Um dos grandes problemas quando procuramos comprar uma lente, é entender as siglas que compõem a descrição da mesma. Por exemplo, que distingue estas duas lentes uma da outra?

Como também eu tive e ainda tenho essa dificuldade, fiz uma longa pesquisa sobre o assunto e agora, deixo-vos aqui o resultado dessa epopeia. Espero sinceramente conseguir ajudar um pouco na escolha da próxima lente… e já agora se quiserem dar uma ajudinha para a compra de uma destas, não se acanhem :lol:

AF (Auto Focus – Foco Automático)

Esta lente foi lançada em 1992 e foi a primeira linha de lentes Nikon com focagem automática, para tal apenas necesita pressionar o botão do obturador (disparo) até metade. Estas lentes não possuem motor de foco, sendo necessário que o mesmo já esteja instalado no corpo da máquina Nikon, como é o caso das máquinas digitais mais antigas (por exemplo: D1, D100, D200, D70, D90) Nas câmeras mais antigas funcionam na perfeição pelo facto de possuirem um anel para controle de abertura, mas vale ressaltar que a focagem continua sendo feita de forma manual.

AF-D

Introduzida em 1992, é uma das variações da linha de lentes Nikon auto foco “mount F”. As lentes Nikon AF com CPU lêm e transmitem a informação da distância para a câmera, e ainda para os flash TTL. As primeiras lentas a usufruirem desta designação formas as 70mm f/2.8D AF 35 e 80-200mm f/2.8D ED AF Nikkor.

AF-I – Autofocus Integrado.

Em 1992 a Nikon seguiu o exemplo da Canon lançando uma nova série de lentes com motor integrado ao corpo da lente. Até então a Nikon só produzia sistemas autofoco no corpo das câmeras. Estas lentes são equivalentes às USM da Canon.

AF-S (Build in Auto Focus Motor – Motor de Auto Foco Incorporado)

Esta lente AF foi lançada em 1996 e já vem com um motor de foco embutido, além de um motor de ondas silenciosas “silent wave” integrado. Possui uma focagem muito mais rápida e silenciosa do que as lentes AF anteriores.

AI (Aperture Indexing – Indexação de Abertura)

Lançado oficialmente pela Nikon em 1977, trata-se de um sistema de lentes que permitem comunicação através de um contato mecânico, informando o corpo da câmera os valores de abertura. Essas lentes são identificadas por uma lingueta de metal fixada na parte superior do anel de abertura da lente. Trata-se de uma lente sem focagem automática. O foco é feito apenas de forma manual.

AI-P

Lente Nikkor de foco manual com CPU incorporada, que transmite dados para os sistemas de medição da câmera.

AI-S (Aperture Indexing – Indexação de Abertura)

Esta variação das lentes AI para o sistema de montagem F da Nikon mantém total compatibilidade de encaixe. Foi lançado em 1982. São semelhantes às lentes AI com com adição de suporte para novas automações, como transmissão de abertura linear e modo programado para velocidade de disparo (P).

ASF (Aspherical Lens Elements – Elementos de Lente Asféricos)

A lente possui elementos asféricos no seu design óptico, que por sua vez eliminam anomalias e outros tipos de aberrações, usando complexas curvas nos elementos que compõem o seu design.

ASP: Aspherical lens elements

As Lentes Asféricas minimizam a coma e outros tipos de aberração da lente, mesmo quando as usa na maior abertura de diafragma. Elas são particularmente úteis na correção de distorções em grande-angulares.

CRC (Close-Range Correction System – Sistema de Correção de Variedade de foco)

Promove uma qualidade superior de focagem. Com o sistema CRC, os elementos são configurados na objetiva num design flutuante, em que cada grupo de lentes se move de forma independente por forma a realizar o trabalho de focagem, assegurando assim uma performance de focagem superior. O sistema CRC é bastante utilizado em lentes olho-de-peixe (fisheye), grande angulares, macro e teleobjetivas médias da Nikkor.

DC (Defocus Control Lens – Lente de Controle de Desfocagem)

A Nikon acrescentou às suas lentes AF o sistema DC. Uma interessante tecnologia para controle de desfocagem na lente. Ela permite que fotógrafos controlem o grau da aberração esférica no primeiro plano ou
no plano de fundo, bastando apenas girar o anel DC da lente. Esta alteração cria nas áreas fora de foco um bokeh forte e acentuado, ideal para destacar o assunto nas fotografias de retrato.

D (Distance information – Informação de Distância)

As lentes D-type AF-Nikkor informam a distância entre o objecto e a câmera, com base nas funções 3D Color Matrix Metering, 3D Matrix Metering, e 3D Multi-Sensor Balanced Fill-Flash das SLR e DSLR.

Máquinas Nikon, Lentes Nikkor

DX (For Digital SLR APS sensor – Para corpos de SLR digitais com fator de corte)

São as lentes Nikkor AF projetadas exclusivamente para serem usadas em câmeras SLR digitais da Nikon, utilizando o fator de corte 1.5x característico da marca.

As lentes DX são mais compactas e leves que as Nikon padrão (FX) e isso acontece porque elas não necessitam cobrir o tamanho de um sensor fullframe, já que a sua área de utilização é menor. Não devem portanto ser utilizadas em corpos Nikon full frame (35mm), justamente por não conseguirem garantir a cobertura total do fotograma.

ED (Extra-Low Dispesion Glass – Elemento ótico extra de baixa dispersão)

Vidro de alta qualidade que oferece bastantes ganhos de nitidez e reprodução das cores, minimizando muito as aberrações cromáticas (um tipo de distorção de imagem e cor que ocorre quando os raios de luz de vários comprimentos de ondas passam através do vidro óptico e não convergem ou entram em foco no mesmo ponto). Os elementos ópticos ED trazem todos os benefícios de lentes feitas a partir do cálcio fluorite, mas sem suas fragilidades. A Nikon desenvolveu vários tipos do elementos ópticos ED, que são usados de acordo com a com a conveniência das objectivas produzidas. As lentes Nikkor com vidro ED proporcionam recorte e contraste superiores, até mesmo na abertura máxima de diafragma. Em suma são os elementos de melhor qualidade da marca e equipam as melhores e mais caras objetivas que ela produz.

F

Com o lançamento da camera modelo “F”, este tipo de lentes tornaram-se mundialmente famosas. A Nikon tem usado lentes com o mesmo encaixe básico, também conhecido como lentes de montagem F. Esta padronização de encaixe de lentes contribui para a enorme variação de lentes à disposição dos usuários Nikon.

Nikon F é um encaixe de baioneta. O encaixe e a camera foram nomeados em homenagem ao projetista chefe da Nikon Masahiko Fuketa. Embora o encaixe físico não tenha mudado desde 1959 a Nikon fez melhoramentos contínuos no design incluindo indexador mecânico (AI e AI-S), transferência eletrônica de (AF e AF-D) e lentes com motor de foco integral (AF-I e AF-S). Estas e outras variações significam que não há garantias de que uma lente Nikon específica funcionará perfeitamente com determinado corpo Nikon, mesmo que se encaixe fisicamente.

Em 2004 a Nikon lançou a F6 que, ao que parece, marca o encerramento desta linha.

FX (lens for full frame body – Lentes para corpos padrão 35mm)

Ao contrário das lentes DX, as lentes FX são projectadas para o padrão de 35mm, por conseguir cobrir toda a área de um sensor neste formato. São lentes para operação em câmeras 35mm AF, além das digitais D3x, D3, D700, entre outras).

G (Distance information – Informação de Distância)

A lente de tipo G não tem anel de controle de aberturas e é própria para uso com câmeras que permitam o controle de aberturas no próprio corpo. As lentes G também informam a distância do assunto focalizado (D) para a camera.

IF (Internal Focusing – Focagem Interna)

Lentes com esta característica conseguem focar sem precisar de alterar o seu tamanho, pois todo o movimento óptico é feito de maneira interna, não precisando estender ou diminuir o barril da lente. Isso garante uma construção mais leve e compacta, já que seus elementos de focagem são menores e inclusive mais rápidos.

M/A

É um modo de foco disponível em algumas lentes AF-Nikkor que permitem mudar de foco automático para manual sem perda de tempo, simplesmente girando o anel de foco.

Micro

São as lentes para macrofotografia da Nikon.

N – Nano Crystal Coat

Nano Crystal é um tratamento na superfície das lentes, um revestimento que, em comparação com lentes comuns, produz uma sensível redução da reflexão da luz que incide perpendicularmente ao eixo. Além disso, o Nano Crystal reduz o efeito fantasma e as as perdas causadas pelo flare – problemas difíceis de contornar com os revestimentos convencionais.

PC: Perspective Control

Lente cujo eixo lateral pode ser alterado em relação ao plano do sensor/filme, permitindo o reposicionamento da câmera para reduzir a convergência das linhas verticais em fotografias de arquitectura.

RF (Rear Focusing – Focagem Traseira)

Os elementos ópticos são divididos em grupos específicos da lente. No sistema RF, apenas o grupo de elementos traseiros se movem para a focagem. garantindo a operação de auto-focagem muito mais lisa e rápida.

VR (Vibration Reduction – Redução de Vibração)

Minimiza a falta de nitidez nas imagens, causadas pelo tremor da câmera em baixas velocidades de disparo. Permite ao fotógrafo trabalhar com até 3 velocidades (f/stops) abaixo da recomendada, sem risco de foto sair tremida. A lente possui sensores que detectam automaticamente os tremidos do fotógrafo e corrige o disparo através de motores próprios. É uma característica interessante principalmente para as teleobjetivas (onde é mais fácil sair fotos tremidas) e que também deixam a lente um tanto mais cara, podendo essa diferença chegar facilmente ao 1000€.

fontes: NikonNikkorNikon Brasil |  BWphoto |  RostevFantoches da Luz

 

 

 

Related Posts with Thumbnails

  • Trackback are closed
  • Comments (4)
    • Ivis
    • Abr 25th. 2011 5:23pm

    Obrigada! Entendo pouquíssimo de lente e precisarei comprar uma em breve. Foi super útil.

    • Regis Barbosa
    • Mai 11th. 2011 7:46pm

    Amigos
    Procuro lente Nikon 70-200 com VR eAF.
    Preço e condições.
    Regis

    • Olá amigo,

      Sugiro-te a Nikkor AF-S VR 70-200mm f/2.8 G IF-ED Type II Zwart que custa nova cerca de 2.100 Euros e pesa cerca de 1500 Grs.

      Mas mais importante que estares a comprar um OBJECTIVA (e não lente) de topo é reflectires se realmente necessitas dela e para que uso.

      É para uso profissional?

    • alcir
    • Nov 18th. 2012 10:45pm

    muito bem esplicado, para nos leigos, que bom se todos pensasse como vc para esplicar

Spam protection by WP Captcha-Free

%d bloggers like this: